O que nos falta no SNS?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O que nos falta no SNS?

Mensagem por paroxetina em Sab Out 10, 2015 6:46 pm

Algo que sempre me fará muita "comichão" é o facto de quem tem dinheiro consiga ter melhores cuidados de saúde do que aqueles que não têm. E na verdade o Estado Social já teve melhores dias. Ainda assim, acho que não podemos desistir dele e de pensar em formas de o melhorar.

No âmbito da ansiedade e ataques de pânico, o que nos falta no Sistema Nacional de Saúde? O que queremos ou gostaríamos de ter?
Pessoalmente, pego num ponto que sempre me fez muita confusão e que se aplica a todos os âmbitos da Medicina - a falta de articulação entre os diferentes médicos e especialidades. O meu/minha psiquiatra não fala nem trabalha em conjunto com o meu/minha psicólogo/a. E outras especialidade que poderiam estar envolvidas não estão. Porque, afinal, cada um de nós é um todo, um organismo. E se há coisa que é bem física é um ataque de pânico. Não tenho provas científicas 'à mão' mas dou um exemplo. Quando temos um ataque de pânico, a produção de adrenalina sobe e isso resulta em alguns dos sintomas que temos. Por que é que nunca se aborda essa parte? Será que, em vez de um ansiolítico, poderíamos tomar algo que reduzisse essa produção de adrenalina e, por consequência, os sintomas? Mas isto é da área da Endocrinologia, tãooooooo afastada da Psiquiatria, certo?



paroxetina

Mensagens : 9
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que nos falta no SNS?

Mensagem por sedoxil em Sex Out 16, 2015 9:51 pm

Hj ao ler esta entrevista ao Pio Abreu, lembrei-me deste post. Parece que é reconhecido que falta uma visão holística...

P: Diz frequentemente “os especialistas dizem”...é mais uma provocação, certo? É um especialista, sabe cada vez mais sobre cada vez menos?
R: Sim, sim. Há muita gente que investiga a terceira pata da mosca, por exemplo. Mas de facto eu tenho a sorte de ser um psiquiatra generalista. Sou um especialista de tudo. Mas há uma tendência, nomeadamente na psiquiatria, para as pessoas se especializarem em determinada matéria e depois perde-se completamente a visão holística, global. É um mal porque acaba por se reflectir nos consensos internacionais, nas linhas de orientação terapeutica. Mesmo agora, na abordagem da DM 5. As pessoas não se entendem com tanta fragmentação. Mesmo os livros de psiquiatria geral, cada capítulo, muitas vezes é escrito por um especialista e, no fim, se formos ver a globalidade daquilo que sai é extremamente contraditório. Um diz uma coisa, outro diz outra. Há especialidade mas não há coerência. Nós não podemos saber tudo mas temos de entrar em consonância com essa visão holística, até pela prescrição de medicamentos.
in http://www.focussocial.eu/entrevista.php?id=75

sedoxil

Mensagens : 11
Data de inscrição : 27/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum